ARQ & DESIGN

Casa pré-fabricada produz sua própria energia e custa US$ 75 mil

Casa pré-fabricada que produz toda a sua própria energia custa US$ 75 mil
iStock by Getty Images

Com os altos preços cobrados pela energia, a tendência é de que, no futuro, todas as casas sejam capazes de gerar sua própria eletricidade de maneira limpa. Mas, não é necessário esperar muito por isso. A popularização das tecnologias permite que isso já seja possível hoje. O negócio é tão promissor, que a empresa norte-americana Deltec se especializou na construção de casas pré-fabricadas autossustentáveis energeticamente.

A linha, chamada de Renew Collection, se diferencia também por seu preço. Mesmo sendo construída dentro de padrões da arquitetura bioclimática e equipada com tecnologias de produção individual de energia renovável, ela não custa mais do que os modelos tradicionais. Pelo contrário. A companhia tem modelos que custam menos de US$ 100 mil, totalmente prontas para morar.

Casa pré-fabricada que produz toda a sua própria energia custa US$ 75 mil

Outro benefício é a rapidez com que as casas são construídas. Após o cliente escolher entre os nove modelos disponíveis, são necessários apenas alguns dias para que a casa seja entregue. O padrão ainda tem pouca quantidade de resíduos de obra descartados e possui baixo impacto ambiental.

As casas são equipadas com placas fotovoltaicas e sistema de aquecimento solar para água. Além disso, o desenho solar passivo aproveita mais a luminosidade natural, ao mesmo tempo em que reduz os gastos com calefação. Esses cuidados permitem que essas residências funcionem usando 2/3 menos energia do que as casas tradicionais.

Casa pré-fabricada que produz toda a sua própria energia custa US$ 75 mil

O modelo mais barato da coleção sai por 75 mil dólares. A empresa explica que o valor do metro quadrado varia de US$ 150 a US$ 200. Portanto, o valor final depende da área da residência e da quantidade de energia necessária para o seu abastecimento. Apesar de estar disponíveis apenas para construções nos EUA, essa é mais uma prova de que é possível construir de maneira sustentável, com alta tecnologia e preço justo.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Lisa

    26 Novembro, 2016 at 3:54 am

    At last! Something clear I can unsnrdtaed. Thanks!

Deixe seu comentário aqui

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Lidas

Vligg | Todos os Direitos Reservados 2016.

Topo